You are here

A solenidade de abertura da 30ª Mercopar, realizada na tarde desta terça-feira (5), reforçou a relevância da maior feira de inovação industrial e negócios da América Latina como um importante movimento para estimular a economia. Em 2020, foram gerados R$ 128 milhões em negócios durante o evento. A Mercopar ocorre até a quinta-feira (7), atendendo a todos os protocolos sanitários de saúde previstos em decreto do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS) e presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae-RS, entidades promotoras do evento, Gilberto Porcello Petry, disse que a realização da feira é uma demonstração de força do Rio Grande do Sul em meio às dificuldades. “No ano passado, superamos desafios e obtivemos absoluto sucesso, em resultados e em execução de protocolos sanitários, tais quais o segmento da indústria sempre cumpriu com excelência”, afirmou. Ele também enalteceu a marca da realização da 30ª edição. “Quando iniciamos, inteligência artificial ou realidade virtual eram apenas conceitos teóricos. Hoje, estas e outras inovações permitem otimizar a produtividade nas organizações, gerando resultados e crescimento sustentável”.

Além disso, reforçou, o formato híbrido do evento, que conta com transmissões on-line, possibilita, cada vez mais, criar conexões com o mundo, ultrapassando barreiras físicas do mercado. “Buscamos entregar uma feira com troca entre empresas para realização de negócios, com olhar para o futuro”, afirmou.

Estiveram presentes na abertura também o vice-governador do Estado, Ranolfo Vieira Júnior; o prefeito de Caxias do Sul, Adiló Didomenico; o representante da presidência da Assembleia Legislativa, deputado Carlos Búrigo; o diretor de Administração e Finanças do Sebrae Nacional, Eduardo Diogo, que representou o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, entre outras autoridades e lideranças empresariais. Ranolfo Vieira Júnior destacou que a agenda principal do governo é o desenvolvimento e a competitividade e ressaltou que a iniciativa é totalmente compatível com a Mercopar. “Representamos um movimento de evolução, não de ruptura. Utilizamos os primeiros dois anos para fazer as reformas necessárias – administrativas, estruturais, na previdência -, além de avançar nas privatizações”, disse.

O vice-governador enfatizou os dados relacionados ao avanço da vacinação no Estado. Atualmente, 92% da população vacinável está com uma dose e 64% da população já está com o esquema vacinal completo. “Este é o mesmo espírito da Mercopar, de retomada”. O prefeito de Caxias do Sul demonstrou orgulho em abrigar uma iniciativa com o propósito da Mercopar no município e ressaltou o impacto do evento. “Estamos trabalhando muito para que nossa economia local prospere. Ser palco para a apresentação das novas tendências e tecnologias voltadas para a indústria é fundamental neste sentido”, salientou Adiló Didomenico.

Já o deputado Estadual, Carlos Búrigo, afirmou que a Mercopar, além de disseminar conhecimento, tecnologias e inovações, também compartilha otimismo entre os participantes. “Aqui observamos um objetivo coletivo de troca de experiências e efetivação de negócios para o crescimento de empresas e projetos”, ressaltou.

O diretor de Administração e Finanças do Sebrae Nacional, Eduardo Diogo, relatou que esteve na região há três meses e testemunhou a pujança da economia local e das empresas. “Tenho certeza de que vamos nos surpreender com o valor de geração de negócios, em razão dos 347 expositores aqui presentes. Como desafio, precisamos focar cada vez mais no empreendedor – que são mais de 20 milhões de heróis no Brasil – e em eixos estratégicos, pois o planejamento bem definido confere propósito às atividades cotidianas”, observou.

PROGRAMAÇÃO
A Mercopar continua até quinta-feira. A entrada é gratuita, mas limitada. Mais informações e a programação completa em https://mercopar.com.br/. O Sistema FIERGS organizou diferentes eventos que ocorrerão dentro da feira, como o Encontro Virtual de Negócios Internacionais, 100% virtual, que proporciona agendas por meio de uma plataforma de matchmaking on-line, das 10h às 18h. Além disso o Fórum de Geração Distribuída com Fontes Renováveis no RS, na quinta-feira, abordará o tema da energia na transição da matriz energética brasileira, trazendo planejamento e tecnologias para o futuro da geração distribuída. A Economia circular será tema de evento, também na quinta-feira, possibilitando o debate sobe as oportunidades e desafios para a implementação da economia circular, que pode ser entendida como um modelo facilitador para o melhor uso dos recursos naturais com vistas ao desenvolvimento econômico. Já a 4ª edição da Jornada 4.0 ocorrerá em diversos espaços da 30ª Mercopar, durante os três dias, abordando temáticas relacionadas à Indústria 4.0, além de contagens de tecnologias habilitadoras. 

Publicado Tuesday, 5 October 2021 - 6h55