You are here

Edital Gaúcho de Inovação para Indústria tem três projetos aprovados no último ciclo

O Edital Gaúcho de Inovação para a Indústria, promovido pelo Sesi, Senai, IEL e Sebrae, com apoio da FIERGS, da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs) e Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), teve três projetos aprovados no terceiro ciclo da segunda edição. O fomento busca promover a cultura da inovação e aumentar a competitividade da indústria gaúcha. Com estes resultados, a segunda edição do edital foi encerrada com 19 projetos aprovados na categoria A (grandes e médias empresas) em 54 ideias submetidas, e 15 aprovações na categoria B (Startups, MEIs e pequenas empresas) em 47 ideias apresentadas.

A partir de agora o projeto mr1b – Dispositivo para operacionalizar a coleta de resíduos, da Meuresíduo, de Santa Cruz do Sul; e o Flow Rack Robot, da Robotus Ind. E Com. De Automação Ltda (de Campo Bom) vão ser desenvolvidos em parceria com o Instituto Senai de Tecnologia em Mecatrônica em até 18 meses. Já o projeto 4 Ballon – Programa de Emagrecimento Assistido, da Poa Engenharia Eireli (Porto Alegre) ficará no Instituto Senai de Inovação em Engenharia de Polímeros, pelo mesmo prazo.

A terceira edição do Edital Gaúcho de Inovação para a Indústria está com inscrições abertas até 25 de janeiro de 2022. Para esta edição há recursos para ideias nas linhas de Agritech, Bioeconomia, Cidades Inteligentes, Design para Produto, Economia Circular, Edutech, Energias Renováveis, Indústria 4.0, Materiais Avançados, Nanotecnologia, Sistemas de Energia, Tecnologias Aplicadas a Saúde Hospitalar e Saúde Mental no Ambiente de Trabalho (Sesi). Podem participar indústrias - grandes, médias, pequenas, micros ou startup - contribuintes de Sesi e Senai, com CNPJ registrado no Rio Grande do Sul. Não podem estar inadimplente com alguma das instituições ou Sebrae, não ter débitos fiscais e não ter dirigente com vínculo profissional com algum dos entes do edital.

Além dos recursos financeiros, o projeto aprovado terá acesso ao know how das instituições para o desenvolvimento da ideia e utilização dos centros de pesquisa, desenvolvimento e inovação do Senai e do Sesi. Também poderá participar de ação complementar do Sebrae com foco em empreendedorismo, modelagem de negócio e divulgação do produto, e do IEL, com foco na gestão da inovação e liderança da empresa. Os projetos aprovados terão ainda uma capacitação e mentoria em Propriedade Intelectual, por meio do INPI.

As empresas devem submeter sua ideia no endereço www.egii.com.br. A divulgação do primeiro ciclo com as ideias aprovadas será feita em fevereiro.

Publicado Thursday, 4 November 2021 - 12h20