You are here

A Rede RS Indústria 4.0 tem como propósito integrar esforços e recursos para alavancar a competitividade da Indústria no Rio Grande do Sul através do caminho para a Indústria 4.0.

ORGANIZAÇÃO

  1. Governança: composto por representantes de todas as entidades membro da Rede;
  2. Comitê executivo: formado por entidades escolhidas dentre a governança, tendo como função a coordenação a execução das atividades aprovadas pela governança;
  3. Operacional: composto por empresas e entidades fornecedoras de tecnologias da Indústria 4.0 que manifestaram seu interesse em ser parceiras da Rede. Estas parceiras têm a função de colaborar com as tecnologias e soluções 4.0 às organizações que entrarem em contato com a Rede.

Por meio dos seus fóruns, a Rede RS Indústria 4.0 discute ações em conjunto das distintas entidades participantes, em busca de sinergias entre os diversos atores. Em meio aos constantes debates e trocas, há um direcionamento em ser referência do ecossistema da Indústria 4.0 para todo o estado. Dentre as ações, estão:

  • Unir as demandas e desafios;
  • Captar novas oportunidades
  • Publicar cases e artigos sobre o tema;
  • Divulgar eventos de sensibilização;
  • Integrar fornecedores das tecnologias habilitadoras.

O Instituto Euvaldo Lodi – IEL/RS, por meio do Conselho de Inovação e Tecnologia (CITEC) da FIERGS, colabora com a execução da iniciativa, a qual reúne entidades, universidades, empresas âncoras, governo e fornecedores das tecnologias habilitadoras da Indústria 4.0. Os encontros e ações visam estimular o desenvolvimento das indústrias do Estado do Rio Grande do Sul dentro da temática de Indústria 4.0.

PARA QUEM SE DESTINA 

Empresas e indústrias, entidades de classe, universidades, institutos, estudantes, fornecedores de tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 e interessados no tema em geral.

OBJETIVOS 

  • Alinhar as atividades das diferentes entidades, unir esforços e recursos disponíveis para ter o maior impacto no ecossistema do RS;  
  • Reunir informações de diferentes setores industriais e ser um canal formal para considerar os requisitos no desenvolvimento de uma indústria mais 4.0, garantindo que as demandas e necessidades de diferentes setores sejam ouvidas;  
  • Colaborar com o desenvolvimento de políticas públicas que incentivem o ecossistema da Indústria 4.0 no RS e no Brasil.

BENEFÍCIOS PARA A INDÚSTRIA

  • Elevar a competitividade da Indústria Gaúcha através das tecnologias da Indústria 4.0;
  • Promover a inserção de empresas em novos mercados aproveitando as oportunidades da Indústria 4.0;
  • Geração de novos negócios para fornecedoras de tecnologias da Indústria 4.0.