Você está aqui

A importância da conectividade para a indústria foi tema de debate no Seminário de Telecomunicações

Com enfoque nas transformações na cultura de uso de tecnologias e a infraestrutura necessária para estas mudanças, o 14º Seminário de Telecomunicações foi realizado pela FIERGS, por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RS), e o Sebrae-RS, na quinta-feira. Em 2020, por causa da pandemia, ocorreu de forma 100% virtual, analisando a importância da conectividade na produção industrial de bens cada vez mais interativos.

O secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia do Estado, Luís Lamb, participou da apresentação A Inovação no Mercado Pós-pandemia, abordando o Inova RS, programa que busca incluir o Rio Grande do Sul no mapa global da inovação a partir da construção de parcerias. “Queremos colocar a inovação no centro da estratégia do desenvolvimento, é isso que trabalha o Inova RS, que começou no ano passado”, disse Lamb, ressaltando que o planejamento é construir um modelo inspirado em metodologias internacionais.

O gerente de marketing e tecnologia de agricultura na América Latina da John Deere, Felipe Santos, destacou que a conectividade sempre foi o ponto crítico para o salto de qualidade na agricultura. Por isso o grupo decidiu, em 2014, desafiar empresas a trazerem a conectividade por meio da internet, digitalizando a lavoura. A alternativa foi encontrada e hoje, 85% do serviço de suporte ao cliente da John Deere é feito de forma remota, solucionando problemas com 50% mais rapidez, evitando o deslocamento do técnico até o local da lavoura.

O painel A inovação no mercado pós-pandemia foi apresentado pelo especialista tecnológico industrial Carlos Solon Soares Guimarães, do Instituto Senai de Inovação em Soluções Integradas em Metalmecânica, de São Leopoldo. Ele apresentou o portfólio do Instituto e trouxe  três exemplos de utilização de IoT (Internet das Coisas) e Machine Learning: Reconhecimento de peças agrícolas com Machine Learning, Tecnologias assistivas integradas à IoT e Reconhecimento de faces e temperatura para gerar alertas sobre a Covid-19. Organizado pelo Conselho de Infraestrutura (Coinfra) da FIERGS, com apoio do Senai-RS, o seminário abordou também o trabalho das startups junto às indústrias.

Publicado sexta-feira, 4 de Dezembro de 2020 - 16h16
22/02/2021
Indústria e Desenvolvimento
20/02/2021
Desenvolvimento Humano