Você está aqui

Nesta terça-feira (17), foi realizada a cerimônia de abertura da 29ª Mercopar, uma das maiores feiras de inovação industrial da América Latina, no Centro de Feiras e Eventos Festa da Uva, em Caxias do Sul/RS. A solenidade destacou o evento como um importante marco simbólico para a retomada da economia e remobilização do setor produtivo. Estiveram presentes o governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; o prefeito de Caxias do Sul, Flávio Cassina; o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Ernani Polo; o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae RS e presidente do Sistema FIERGS, Gilberto Porcello Petry; o diretor técnico do Sebrae Nacional, Bruno Quick, que representou o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles; entre outras autoridades e lideranças empresariais. A Mercopar acontece até a quinta-feira (19), atendendo a todos protocolos sanitários de saúde previstos em decreto do Governo do Estado.

O governador explicou a estratégia adotada durante o período pandêmico com o objetivo de mitigar a propagação do vírus sem perder a capacidade produtiva da economia. “Não há uma fonte exclusiva detentora do conhecimento absoluto que irá resolver todos os problemas. Portanto, precisamos dialogar e agregar as ações mediante estas trocas de informações, principalmente em momentos de crise. Ninguém ficou sem assistência no Estado e, além disto, dobramos os leitos de UTI disponíveis mediante parcerias e investimentos”. Sobre a Mercopar, Leite conceitua que a iniciativa alavanca o desenvolvimento econômico, uma das principais agendas frente ao Governo do Estado. “Melhorar o ambiente de negócios é fundamental para a geração de riqueza e empregos. Somos um povo empreendedor e tenho muita expectativa quanto ao futuro do Rio Grande do Sul. Hoje, celebramos e vivemos a Mercopar, que é fruto da mobilização e da capacidade de integração para superação dos desafios”, disse

Já Gilberto Porcello Petry destacou que a Mercopar 2020 não tem como foco a visitação, mas, prioritariamente, o compromisso em ser efetiva na geração de negócios. “Este é o espírito da iniciativa”, afirmou. Segundo o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae RS e presidente do Sistema FIERGS, é de extrema relevância realizar uma feira para remobilização do setor. “A indústria precisa demonstrar que o País não parou. O Rio Grande do Sul sempre foi protagonista no cenário econômico brasileiro e é com muito orgulho que oportunizamos este momento”, ressaltou.

Crédito fotos: Dudu Leal

O prefeito de Caxias do Sul, Flávio Cassina, enalteceu os R$ 65 milhões gerados em negócios pela Mercopar em 2019. “Os expositores desta feira conseguem despertar e renovar a capacidade de acreditar nas parcerias. A Feira injeta ânimo no mercado de forma geral, depois de um ano com grandes desafios. A dificuldade nos faz crescer”, afirmou. De acordo com deputado Ernani Polo, após um longo período de restrições, o foco precisa ser na retomada e na reestruturação da cadeia produtiva, primando pelo bem do processo. “Precisamos elevar nossa competitividade, adequar o tamanho da máquina pública, incentivar a inovação e desenvolver as pessoas”, pontuou.

Por fim, Bruno Quick destacou a magnitude de promover tamanha operação para realização da feira com todos os protocolos necessários para a segurança dos participantes: “A magnitude da conciliação entre o setor privado continuar produzindo e a preocupação com a saúde das pessoas na realização das práticas profissionais e pessoais é a chave para a superação”. O diretor técnico do SEBRAE Nacional concluiu que o evento é um exemplo ao Brasil e que “é uma história construída por empreendedores que tornam a vida mais prazerosa e fácil à população”.

Publicado Terça-feira, 17 de Novembro de 2020 - 20h20
22/02/2021
Indústria e Desenvolvimento
20/02/2021
Desenvolvimento Humano