Você está aqui

Para saber como contratar estagiário o primeiro ponto é considerar o setor que a sua empresa atua para oferecer essa oportunidade. A estratégia é interessante, pois traz visões inovadoras e atualizadas e, em contrapartida, capacita estudantes — oferecendo uma experiência profissional a um público naturalmente motivado.

A questão é que o processo de contratação de estagiários conta com vários detalhes. Com um programa de gestão de talentos, por exemplo, é possível identificar candidatos com perfil adequado e adotar os formatos mais eficientes para adaptação e treinamentos.

Se você quer encontrar o estagiário certo para sua indústria, confira estes 6 pontos e escolha os melhores!

1. Entenda o que avaliar na escolha de um estagiário

Segundo a Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, o estágio é um programa educativo realizado no ambiente de trabalho com o acompanhamento de um supervisor. Portanto, um fator muito importante ao buscar candidatos com um perfil almejado é a parceria com instituições de ensino.

Uma boa estratégia, nesse sentido, é oferecer a vaga em instituições sérias, que acompanham de fato o aprendizado dos seus alunos. Da mesma forma, a busca da escola adequada pode ajudar a encontrar pessoas com as habilidades e características necessárias ao contexto de inovação para empresas.

2. Observe a natureza do estágio

Os estudantes geralmente estão mais focados no futuro do trabalho e querem conhecer melhor a profissão na qual estão se formando. Além disso, desejam enriquecer o currículo com a experiência do estágio, demonstrando conhecimento e interesse de atuação na área. Entretanto, para algumas formações, o estágio é mais que isso — ele é obrigatório.

Nos cursos de Biomédica, Psicologia e Pedagogia, por exemplo, o estagiário é obrigado a cumprir uma carga horária para ter direito ao diploma. No caso dessa experiência compulsória, o estudante só não deve receber pelo trabalho exercido.

Já em um estágio remunerado, também conhecido como estágio não obrigatório, o candidato busca por conta própria essa modalidade de trabalho. E mesmo nos cursos em que exista a versão compulsória podem ser ofertadas vagas remuneradas.

3. Saiba como contratar obedecendo à carga horária

Você pode contratar um estagiário para trabalhar de 20 a 40 horas semanais em sua empresa. Entretanto, essa carga horária varia de acordo com o tipo de curso que o estudante faz. Por exemplo, nos anos finais dos programas especiais do ensino fundamental, ou seja, dos alunos do EJA — Educação para Jovens e Adultos —, a carga horária é de apenas 20 horas semanais.

Os estágios direcionados aos estudantes do ensino médio, bem como cursos profissionalizantes e nível superior, têm a carga horária de 30 horas semanais. Já os estágios de 40 horas por semana são apenas para cursos que alternam entre períodos de teoria e prática, como em Medicina.

Além disso, a lei prevê a redução desse tempo até pela metade, no caso da instituição de ensino aplicar avaliações finais no mesmo período de trabalho — como em fins de bimestre ou semestre.

Também é preciso prever um recesso aos estagiários que, de preferência, coincida com as férias escolares. Esse período é remunerado e sua duração é de 30 dias para cada ano de estágio. Nas experiências inferiores a um ano, o recesso deve ser concedido de forma proporcional à duração do trabalho.

4. Mantenha o limite de contratações

A indústria 4.0 acompanha a transformação digital e necessita de estagiários que têm uma visão atualizada sobre os processos e tendências. Contudo, existe um limite de pessoas que pode ser contratado por empresa e é importante ter atenção a isso:

  • é possível ter apenas um estagiário em empresas que têm entre 1 e 5 funcionários;
  • já aquelas com 6 a 10 funcionários podem contar com até 2 estagiários;
  • no caso de empresas com 11 a 25 empregados, dá para contratar até 5 estagiários;
  • quando a quantidade de trabalhadores é superior a 25, a lei permite que sejam contratados até 20% de estagiários, proporcionais ao número do quadro de funcionários.

5. Acompanhe os procedimentos de contratação

Um programa de estágio passa por diversas etapas até a contratação. Primeiramente é preciso definir qual é o perfil do candidato, fazer a divulgação das vagas e criar um processo seletivo que seja coerente com as habilidades e competências esperadas.

Ademais, existe a parte administrativa, que consiste na elaboração do contrato e na definição dos benefícios oferecidos (como bolsa-estágio, vale-transporte e plano de saúde). Também é previsto que a empresa contrate um seguro de vida para o estagiário. Para tornar todas essas fases mais eficientes, é possível contar com programas de estágio que oferecem tais benefícios à empresa e ao estudante.

6. Garanta boas parcerias para conseguir os melhores estagiários

Contar com a ajuda de terceiros — por meio de consultorias, por exemplo — é outro aspecto fundamental para encontrar o estagiário ideal. Afinal, os candidatos buscam por experiências que enriqueçam sua profissionalização, mas nem sempre eles têm um perfil alinhado ao tipo de trabalho que vão encontrar.

Outra vantagem de uma parceria é que ela vai além de selecionar apenas os candidatos com o melhor fit cultural. Dependendo da solução você terá suporte em todas as fases de contratação. Também é possível otimizar o processo com outros benefícios, como acompanhamento estratégico. A proposta, aqui, é promover uma integração entre as partes envolvidas: empresa, estagiário e instituição de ensino.

Além disso, empresas focadas em programas de seleção e acompanhamento de estagiários estão sempre atualizadas. Elas entendem não apenas sobre as questões legais, contábeis e tendências, mas também sobre o perfil esperado dos candidatos. Afinal, mesmo que existam sempre novas gerações na força de trabalho, o comportamento muda de acordo com a época. 

Como você deve ter percebido, entender como contratar estagiário é mais que lidar com questões burocráticas. É preciso ter um olhar atento para encontrar os candidatos que terão uma adaptação mais dinâmica, desenvolvendo suas habilidades e contribuindo com novas perspectivas para a empresa. Lembre-se também de que o suporte de uma parceria inteligente otimiza todo o processo.

Para entender melhor como isso funciona, entre em contato conosco e descubra os principais motivos de ter uma empresa parceira na seleção dos seus estagiários!

quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 - 12h12

Deixe um Comentário

1 + 3 =